AGENDE (51)3273-0003 / (51)3273-0005
Almirante Barroso,716 - Floresta - POA

HORÁRIO DE ATENDIMENTO
Seg à sex: 8 às 18h

ATENDIMENTO EM HORÁRIOS ESPECIAIS
Sábados: com agendamentos

Tire suas dúvidas sobre a cirurgia que é tendência entre procedimentos estéticos

Tendência quando o assunto é harmonização facial, a bichectomia é um procedimento cirúrgico que reduz o volume das bochechas a partir da retirada das bolas de Bichat, popularmente conhecidas como “gordura da bochecha”. Inicialmente indicada para pacientes que costumam morder a mucosa interior das bochechas, causando traumas e ferida crônica,  a cirurgia de bichectomia integra o boom dos procedimentos estéticos no Brasil, com registro de 7.362 intervenções cirúrgicas, segundo último censo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), divulgado em 2016.

 

Se você pensa em fazer a bichectomia, mas está em dúvida sobre como funciona, listamos cinco questões sobre o procedimento para ajudar na sua decisão:

 

1 – Dentista está autorizado a fazer bichectomia?

Sim! Ao contrário do que muita gente pode pensar, dentista não cuida apenas dos dentes. Por lei, a área de atuação do profissional vai do pescoço à cabeça dos pacientes, com foco na região da boca. O procedimento de bichectomia é realizado via oral, portanto, dentro da região de especialidade do dentista.

O dentista já é responsável por tantos outros procedimentos mais agressivos que a bichectomia, como implantes, tratamentos de canal e extrações, que o paciente contará com um profissional preparado e consultório perfeitamente adequado.

 

2 – Quais os benefícios da bichectomia?

Esteticamente, a bichectomia proporciona vários benefícios aos pacientes:

  • Afinamento do rosto;
  • Redução das papadas e flacidez;
  • Harmonização facial;
  • Definição da linha da mandíbula e do pescoço.

Além disso, a bichectomia também melhora a mastigação do paciente, uma vez que retira o excesso de gordura das bochechas.

 

3 –  Como é feito o procedimento?

A bichectomia é um cirurgia intraoral, ou seja, feita por dentro da boca através de uma pequena incisão, de 1 a 2  centímetros, para retirada das bolas de Bichat. É considerado um procedimento simples,  feito com aplicação de anestesia local e com duração de cerca de 40  minutos.  Por não necessitar de internação hospitalar, o paciente recebe alta logo após o procedimento.

 

4 – Como é o pós-operatório?

O maior incômodo da cirurgia de bichectomia é o inchaço após o procedimento, que é mais intenso nos três primeiros dias.  Depois desse período, gradualmente, o paciente está liberado para retornar às suas atividades sociais, desde que não envolva esforço físico. A partir do terceira semana, o paciente já pode realizar algumas atividades físicas mais leves.

 

Para ajudar na cicatrização, é necessário seguir todas as recomendações do dentista, incluindo compressas de gelo e ingestão de frios. O resultado fica claro três meses após o procedimento, com o total reposicionamento da musculatura facial.

 

5 – Há riscos na bichectomia?

Apesar de ser um procedimento simples, a bichectomia é realizada próximo de glândulas, nervos e artérias, sendo necessário muita delicadeza na retirada da bolas de Bichat. Considere, também, que as bolas de Bichat não se regeneram.  Por isso, é necessário escolher um profissional especializado na região em questão (a boca) para ter garantia de excelência.

 

Na Unik Odonto, contamos com uma equipe de profissionais especializados e comprometidos com o sua satisfação. Entre em contato para saber mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *